Energia Renováveis ​​uma forma ecológica de reduzir os custos

As Fontes de Energia Renováveis é um tema que há anos goza de uma popularidade inabalável. Antes de entrarmos em detalhes, vale a pena explicar o que realmente significam as Fontes de Energia Renováveis. 

Nesse caso, o nome está intimamente relacionado ao significado, nada mais são do que fontes de energia que se renovam, portanto, não estão sujeitas a déficit.

As fontes de energia renováveis ​​são muitas vezes combinadas com fontes de energia tradicionais, como carvão, petróleo bruto, urânio obtido a partir de combustíveis fósseis ou gás natural, cujos recursos, à medida que são utilizados, diminuem irreversivelmente. 

As matérias-primas renováveis ​​são tratadas como seu oposto, pois seus recursos são regenerados graças a processos naturais, de modo que é possível utilizá-los sem medo de sua futura escassez.

Clique e saiba mais +

Benefícios das fontes de energia renováveis

Embora a mídia tenha repetido afirmações sobre a vantagem das energias renováveis ​​sobre as fontes tradicionais de energia há vários anos, vale a pena considerar em que essa vantagem realmente se manifesta e qual é o motivo da crescente popularidade da energia de fontes renováveis. 

O conhecimento real nos ajudará a perceber como nós mesmos podemos usar as Fontes de Energia Renováveis ​​no dia a dia.

O que está incentivando cada vez mais empreendedores a se interessarem pelas energias renováveis ​​é o fato de que é um movimento sensato do ponto de vista econômico. 

As fontes convencionais de energia, devido ao esgotamento de seus recursos, muitas vezes estão sujeitas a flutuações de preços, na maioria das vezes desfavoráveis ​​para os consumidores. 

Além disso, a mineração e a distribuição de fontes de energia fóssil para os mercados mundiais são responsabilidade de gigantescas que decidem arbitrariamente seus preços, principalmente levando em consideração seus próprios lucros.

As Energias Renováveis ​ contribuem para a reversão desses mecanismos de mercado desfavoráveis ​​- por serem autorrenováveis, o fato de estarem esgotadas não pode mais servir de argumento para que os produtores aumentem as tarifas, o que possibilita independente dos aumentos dos preços da energia.

A própria instituição das empresas magnatas que moldam arbitrariamente o mercado de energia em termos de fornecimento de recursos energéticos graças a fontes de energia renováveis acaba por estar desatualizada. 

Graças à instalação em sua própria casa de uma instalação que utiliza uma matéria-prima renovável, como a energia solar, cada um de nós pode se tornar um produtor de eletricidade para suas próprias necessidades, decidindo sua própria quantidade e, portanto, os custos incorridos.

Além disso, no caso de, por exemplo, micro instalações fotovoltaicas, uma pessoa singular que produz eletricidade para uso próprio, no caso de produzir uma quantidade superior à sua procura energética, pode devolver o excedente à central o que significa que não só deixemos de ser dependentes dos produtores de eletricidade, mas também influenciam o mercado da energia. 

Esta é uma mudança significativa nas relações econômicas, respondendo às necessidades do século 21 quando os principais players de mercado existentes estão perdendo sua importância para indivíduos únicos e iniciativas de baixo para cima.

No caso das energias renováveis, também é impossível ignorar as questões ambientais em muitos casos é o principal motivo da escolha desta fonte energética. 

Além do fato de que o uso de fontes renováveis ​​não degrada o meio ambiente, essas matérias-primas não contribuem para a emissão de gases nocivos ao efeito estufa, como costuma acontecer com as fontes convencionais de energia - por exemplo, pela queima de combustíveis fósseis. 

A transição gradual para fontes de energia renováveis ​​é uma política ambiental cada vez mais visível de muitos países que é um movimento extremamente acertado diante dos atuais desafios relacionados à proteção do meio ambiente natural e à iminente catástrofe climática.

Tipos e características de Fontes de Energia Renováveis

Energia da água

É o tipo mais utilizado de Fontes de Energia Renováveis. Este conceito geral abrange todas as formas de utilização da energia mecânica e gravitacional da água, constituída por fontes tão diversas como as correntes marítimas, as marés e as ondas. 

Um ramo da economia conhecido como energia hidrelétrica é responsável pela conversão de energia hidrelétrica em eletricidade. 

Dependendo da fonte de energia hidrelétrica, existem usinas de armazenamento bombeado, de fluxo e de maré, bem como barragens.

Apesar do indiscutivelmente alto desempenho ambiental no processo de produção de energia elétrica em relação aos recursos energéticos convencionais, a energia hidrelétrica desperta muita controvérsia devido à construção das próprias usinas hidrelétricas, sua construção está muitas vezes associada a interferências significativas no ecossistema, inclusive alterando o relevo natural e na sequência a destruição da fauna e flora que aí ocorrem. 

Energia solar

A energia solar pode ser processada de várias maneiras – é possível convertê-la em eletricidade, que é de responsabilidade das células fotovoltaicas em painéis solares, ou em energia térmica usando coletores solares. 

Há também uma terceira opção - converter calor em eletricidade por meio de torres solares especiais.

Recentemente, o interesse em instalações fotovoltaicas tem sido particularmente bom - é sem dúvida uma das formas mais frequentemente escolhidas. 

Qual é a razão para a popularidade das instalações 

fotovoltaicas? Em primeiro lugar, sua disponibilidade ilimitada - cerca de 500 vezes mais radiação solar atinge a superfície da Terra do que o necessário para a humanidade. 

Como resultado, você não deve ter medo de aumentos repentinos de preços neste setor de energia causados ​​pela diminuição dos recursos.

No caso de instalações fotovoltaicas, o tipo e o número de painéis solares instalados desempenham um papel importante, porque a eficiência geral da instalação fotovoltaica depende disso e, portanto, de sua lucratividade.

O silício é normalmente utilizado para a produção de células fotovoltaicas, podendo distinguir-se os seguintes tipos, diferindo entre si em termos de execução e eficiência: células amorfas, policristalinas e monocristalinas.

As instalações fotovoltaicas são uma boa opção não apenas para grandes empresas que podem construir modernos parques fotovoltaicos, mas também para pessoas físicas.

A longa vida útil dos painéis fotovoltaicos de até 35 anos, também fala a favor do investimento em instalações fotovoltaicas em novos edifícios. 

A desvantagem de tal solução é a dependência da produção de energia das condições climáticas e da hora do dia - a nebulosidade reduz a eficiência das células e à noite por razões óbvias, os painéis solares não funcionam. 

Losporonga Blog

a LOSPORONGA traz para você os melhores conteúdos da internet. Seja bem-vindo e desfrute de pautas especialmente separadas para você. Portal de conteúdos atualizado diariamente https://losporongas.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 + dez =

Go up