A importância da educação financeira na vida do cidadão

Educação financeira vai além de se organizar para realizar aplicar recursos em investimentos.

Ela é necessária para que possamos planejar contas, melhorar nossa qualidade de vida e de consumo, usar os recursos com mais sabedoria, viabilizar nossos sonhos e, principalmente, para estarmos preparados para eventuais emergências. 

Apesar de tantos benefícios, a educação financeira não é um tema muito presente na vida dos brasileiros. Pesquisas mostram que apenas 52% dos entrevistados não possuem ou não sabem como montar um planejamento financeiro.

Lembre-se da pandemia. A crise do novo coronavírus afetou o país inteiro. 

É claro que diversos fatores afetam o bolso dos brasileiros, mas a falta de educação financeira, sem dúvidas, foi um facilitador para o endividamento de muitas famílias.

E por falar em endividamento, você sabia que 18% das pessoas de até 20 anos estão com o CPF “sujo”?

Percebe os efeitos da falta de conhecimento sobre planejamento financeiro?

Por isso, neste artigo, você vai entender um pouco mais sobre a importância da educação financeira na vida do cidadão e porque ela deve ser aplicada em todas as idades. Continue a leitura para conferir.

Clique e saiba mais +

O que é educação financeira?

A verdade é que todos nós deveríamos ter a educação financeira como uma das prioridades em nosso desenvolvimento. Afinal de contas, a educação financeira é realmente determinante para nossa jornada, tanto pessoal, quanto profissional.

Algumas pessoas naturalmente sentem mais facilidade para lidar com as finanças. Isso até parece ser um traço de personalidade, não é mesmo?

Mas a verdade é que, assim como todos os outros temas, assuntos e estudos, todos nós podemos aprender e aplicar a educação financeira, vendo verdadeiramente bons nisso.

E educação financeira não é sobre falar de investimentos ou do mercado de ações. É sobre entender como aplicar o dinheiro com inteligência.

Já viveu um arrependimento por ter comprado algo por impulso e se viu, ao final do mês, apertando o bolso para extrair até o último centavo para dar conta de tudo?

Pois bem, com a educação financeira, um indivíduo pode realizar escolhas mais conscientes e administrar suas finanças, sem deixar pendências.

Portanto, em síntese, educação financeira é um processo de aprendizado e transmissão de conhecimento ligado à finanças.

Por meio desse conhecimento, pode-se:

  • equilibrar renda e despesas;
  • ter uma vida mais estável;
  • ter maior controle sobre os gastos;
  • melhorar condições financeiras;
  • administrar o dinheiro de forma saudável;
  • ampliar investimentos.

Para os investidores, por sua vez, educação financeira é um objeto de estudo obrigatório. Até porque, sem essa habilidade, suas aplicações podem ser realizadas de maneira imponderada, podendo trazer prejuízos realmente graves à sua vida financeira.

Nunca é tarde para aprender sobre a importância da educação financeira

Sem dúvidas, a melhor idade para estudar educação financeira é na infância, e não apenas porque temos mais tempo para absorver o tema sem nos comprometermos ativamente aos resultados disso, mas porque temos uma excelente memória na infância e tendemos a levar os hábitos passados para nós adiante.

Por essa razão, as chamadas mesadas educativas têm sido muito utilizadas como um instrumento para educar crianças de forma prática e exercitar bons costumes que viabilizem a prosperidade em suas vidas.

Contudo, nunca é tarde! Cada vez mais pessoas, nas mais diversas faixas etárias, buscam por conteúdos sobre finanças. Talvez seja por isso que percebemos um considerável aumento na produção de conteúdos sobre o tema disponibilizados na internet.

O melhor é que, ao contrário do que algumas pessoas imaginam, educação financeira não é um assunto difícil de ser abordado, e o motivo disso está na sua ligação direta com a dinâmica da nossa rotina.

Logo, a educação financeira é, além de muito necessária, acessível para todos que desejam viver uma vida mais tranquila.

Como começar a desenvolver educação financeira?

Está ficando com vontade de dar um passo à frente e começar a desenvolver educação financeira em sua rotina?

Então confira esses X passos práticos:

  1. Conheça suas finanças

A primeira coisa a se fazer é entender como funciona a entrada e saída do seu dinheiro. Claro, foque principalmente na saída.

A maioria das pessoas possui apenas um canal de entrada, seu trabalho, então as saídas, por outro lado, podem ser difíceis de mensurar.

Seja por meio de planilhas, blocos de notas no celular, aplicativos ou pequenos cadernos de anotação, se preocupe em registrar todas as saídas e ter maior controle financeiro.

Além disso, procure sinalizar os gastos indispensáveis e os gastos desnecessários para ter maior parâmetro sobre as escolhas que você tem feito para seu dinheiro.

  1. Economize (sim, será necessário)

Educação financeira é saber administrar o dinheiro de maneira inteligente. Sair realizando compras irracionais não parece ser um sinônimo disso, certo?

Por mais que tenhamos um desejo enorme por algo em determinado momento, é preciso aprender a ser mais seletivos e sábios nas escolhas dos gastos.

Geralmente, são comportamentos assim que levam as pessoas a se endividarem e passar por aperto.

Ao economizar, você começa a rever seus hábitos e pode, inclusive, melhorar outros aspectos da sua vida por meio dessa reflexão. O que é realmente necessário para você?

  1. Construa um planejamento financeiro

É importante lembrar que vivemos em um mundo capitalista. Isso significa que, para tudo, deveremos desembolsar uma quantidade de recursos financeiros, seja para viajar, ter filhos, fazer um novo curso ou, até mesmo, mudar de profissão.

Por isso, é preciso entender qual o objetivo por trás da vontade de aprender sobre educação financeira.

Com este objetivo, você pode traçar um planejamento financeiro para alcançar suas metas, que podem ser desde criar uma reserva de emergência, até aumentar seu patrimônio.

  1. Estude sempre!

Educação financeira é matéria de estudo contínuo e acumulativo.

O mundo está constantemente mudando e existem vários fatores que afetam nossa vida financeira.

Por esse motivo, é necessário não apenas compreender suas finanças, mas procurar saber como os elementos do dia a dia impactam no seu dinheiro.

Mas é também preciso ouvir as dicas dos experts e no assunto e ir criando a sua própria “fórmula secreta” para uma gestão financeira mais eficaz.

Considere fazer cursos de educação financeira e aprender com quem verdadeiramente sabe sobre o assunto, dê preferência para personalidades e marcas que realmente dominam o assunto.

O primeiro passo é enxergar a educação financeira como um dos investimentos mais importantes que você poderá realizar na sua vida, então, seja criterioso com esses materiais.

Losporonga Blog

a LOSPORONGA traz para você os melhores conteúdos da internet. Seja bem-vindo e desfrute de pautas especialmente separadas para você. Portal de conteúdos atualizado diariamente https://losporongas.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × 2 =

Go up